Livro: Design e Arte: Interação ou Diferenças?

(Inspiração: Freepik)

Criação da Capa e do Livro



A arte e o design possui suas raízes ligadas, despertando bastante reflexões. Normalmente são colocados como opostos criando um rivalidade desnecessária. No Brasil essa discussão também é por diversas vezes renovada com um propósito de consolidar as áreas como distintas e únicas.

O design surge na arte, no passado com a junção da funcionalidade e estética nas criações. Com a necessidade da diferenciação das áreas, fortaleceu-se o discurso de características opostas. Ao transpor essas barreiras ideológicas há um acréscimo de valores para as duas áreas.

Onde mais acontece a aproximação dos dois, é nos processos criativos, nas referências e na busca de parâmetros. Na década de 50 com a criação dos cartazes de propaganda que eram feitos a mão ou com método antigos de reprodução eram criados por artistas gráficos que já reproduziam seu trabalho para as massas, onde publicavam sobre suas reflexões de acontecimentos principalmente políticos da época.

Porque o design tem que ser funcional e ausente de estética e a arte dominada apenas pelo belo e sem utilidade alguma? Seria interessante transformar o design em algo bonito e agradável e a arte ter utilidades e ser funcional.

A evidência dessas proximidades é que já existem atualmente designers que criam algo puramente estético e artistas que tem referências de utilidades funcionais. Os irmãos Campana são exemplos disso e são considerados como reinvetores do design agregando valores únicos, com um misto de arte.

Por vezes a arte é destaca por ser considerado algo antigo e mais antiquado que o design e considerado sem valor de mercado. Como se algo artístico tivesse menos valor que um logo encomendado por uma empresa. O que faz essa discussão desvalorizar a profundidade em questão sob acusação de cair do gosto cultural.

A relação entre arte e design é forte e acrescentaria muito mais se fosse procurado valores e questões em comum ao invés de serem colocados em relação de disputa, ocasionando uma revolução de padrões estéticos na sociedade. 



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por Comentar! :)